domingo, 5 de agosto de 2012

Nos idos de agosto...





Há uns (poucos) anos atrás havia um lado positivo de se trabalhar em Lisboa durante o mês de agosto: Lisboa estava deserta.
Era este o mês em que se podia fazer umas compritas sem apanhar filas de maior, apanhar um transporte público e ter vários lugares sentados à escolha, passear pelas ruas sem atropelos e encontrões... Pois bem, esse tempo acabou!
Nos transportes não se nota grande diferença; é ver filas na 25 de Abril do pessoal que trocou a quinzena no Algarve por umas idas à Caparica; na Praia da Califórnia em Sesimbra não se consegue estender um pé sem tocar na cabeça do próximo! Reflexos da crise, vaticino eu.
Mas nem tudo é mau. O pequeno comércio agradece e a cultura, ao que parece, também.. Liguei hoje para o Cinema São Jorge para fazer a reserva de uns bilhetes para a peça de teatro que lá está atualmente e qual não foi o meu espanto quando soube que a lotação estava esgotada...

1 comentário:

  1. Nos primeiros anos da década de 1980, ainda havia nos cinemas reposições de clássicos. Era muito bom e as salas fresquinhas...

    ResponderEliminar